Panelle

intestazione street food jpg
  • Comida de rua e a Itália , um modo gostoso e econômico para imergir nos sabores típicos mais populares do "Belpaese": cada região é, de fato, cheia de quiosques e lojas que disponibilizam street...
  • Os legumes são muito apreciados pelos italianos, representam desde sempre um alimento essencial da dieta mediterrânea. Os muitos tipos de legumes são ricos em proteínas e ferro, especialmente se...
  • O pão italiano é um bom exemplo da importância do forno na culinária italiana. Existem mais de 250 tipos de pão italiano. Trata-se de um alimento indispensável à mesa dos italianos, pois as...
panelle siciliane jpg

Panelle sicilianas, epicentro da comida de rua

As panelle sicilianas são pequenos bolinhos de farinha de grão de bico, típicas de Palermo, capital europeia da comida de rua segundo levantamentos recentes de turistas e comunidades virtuais. As panelle são um street food conhecido em toda a Itália, representam o encontro da arte culinária italiana com a tradição árabe. Desse povo, na realidade, surgiu a primeira produção de panelle, entre os séculos IX e XI d.C.
panelle

Originalmente as panelle eram servidas como recheio das "mafalde", pães de 200 g cobertos com gergelim, ou em sanduíches feitos sem fermento chamados "cacciotti". Geralmente são consumidas junto com os "cazzilli" (croquetes de batatas) ou com outras especialidades fritas em óleo de oliva extravirgem.

As panelle são um clássico lanche do local que é o centro cultural da Sicília e foram capazes de atravessar as diferenças culturais e de classe: todos os habitantes da cidade as adoram, um street food que tornou-se um denominador comum. Os responsáveis por prepará-las são os "Maestri panellan", com seus carros de madeira, serviram artistas do nível de Luigi Pirandello, Renato Guttoso, Leonardo Sciascia e muitos outros. Esse último colocou as panelle sicilianas  na trama de seu livro "O dia da coruja".